5 mitos que os homens acreditam ou já acreditaram

22Existem alguns mitos ou crenças disfuncionais que alguns homens ainda acreditam ou já acreditaram que podem trazer algum malefício para a relação. Esses mitos ou crenças podem ser modificados e trocados por pensamentos mais coerentes que condizem mais com a realidade. A melhor forma de transformar estes mitos, quando percebidos, é através da mudança de pensamento.

Separamos 5 mitos mais comuns que alguns homens acreditam ou já acreditaram um dia:

#1 O homem nunca pode negar sexo

Esse mito pode estar relacionado ao baixo desempenho sexual, com a impotência sexual, com a ejaculação precoce e com vários problemas que ocorrem no momento do sexo. Estão todos relacionados pois alguns homens acreditam ainda que não podem negar transar com suas parceiras porque precisam estar sempre prontos e sempre com vontade de transar, acreditando também que é isso que as mulheres esperam deles. A verdade é que nem sempre o homem está com vontade de transar e, em alguns casos, pode estar sem vontade nenhuma. Independente do motivo é preciso entender e respeitar isto.

Quando o sexo é feito sem vontade, podem ocorrer alguns problemas que ferem diretamente a autoestima e a autoconfiança, podendo serem agravados com o tempo, já que a sua performance não será tão boa.

É importante tentar perceber quais as causas de alguns problemas que ocorrem na cama e demonstrar que está tudo bem para o parceiro quando ele não está no clima. Não é necessário estar sempre pronto, é mais recomendável fazer quando realmente se tem vontade para tirar todo o proveito do ato sexual.

#2 A mulher é submissa ao parceiro

Esta crença pode estar presente em algumas mulheres também. Alguns homens ainda acreditam que a parceira precisa servi-lo a todo momento e precisa fazer tudo para ele, tornando-se submissa.

A verdade é que em uma relação a importância e o respeito entre os membros deve ser igual e nenhum pode ser considerado mais importante ou mais responsável por algo do que o outro.

É preciso dar e receber da mesma maneira, de forma verdadeira e voluntária, para que se possa ter uma relação saudável juntos onde ninguém tira proveito de ninguém.

#3 O homem precisa ganhar mais dinheiro que a mulher

Esta crença está relacionada também a outras como "o homem é quem deve trabalhar na relação" ou "o homem quem precisa prover tudo (financeiramente) para a mulher". Aos poucos estas crenças estão se desmitificando sozinhas pelos novos acordos existentes nos relacionamentos, mas alguns homens ainda acreditam que precisam ser os provedores da casa ou caso contrário irão perder sua “masculinidade”.

No futuro esta crença será muito menos comum do que ainda é atualmente, mas a verdade é que muitas mulheres trabalham e têm uma renda igual ou superior ao de seus maridos e em algum casos até mesmo somente a mulher trabalha.

#4 É ele quem manda

Este jogo de poder é muito perigoso nos relacionamento. É comum alguns homens acreditarem no mito de que somente o homem manda na relação e tudo que ele fala é “lei”, restando a mulher apenas obedecer. Este pensamento pode levar muitos relacionamento ao  término.

A verdade é que em um relacionamento não existe um que manda mais do que o outro. É preciso sempre chegar a um consenso, principalmente nas decisões importantes que atingem o casal. Às vezes um precisa ceder mais que o outro, porém o poder não está nas mãos de um só e as decisões devem ser tomadas em conjunto.

A mulher pode conversar sobre isto com o homem quando sente que ele está tomando muitas decisões sem consultá-la ou quando ele está mesmo deixando ela de lado, acreditando que ela precisa aceitar tudo o que ele deseja. Conversar sobre os pontos de vista é a melhor maneira de entrar em consenso em um relacionamento, desmitificando crenças disfuncionais de ambos os lados.

#5 As mulheres são muito emotivas e os homens são racionais

Isso não é necessariamente verdade. Existe um limite entre as emoções e a razão. Algumas pessoas pendem a ser mais emotivas e tomam decisões baseadas nos sentimentos do momento, enquanto outras preferem pensar com antecedência sobre as futuras decisões, pensando (às vezes até demasiadamente) em todos os aspectos das decisões.

Isso difere também de acordo com as situações, pois às vezes alguém pode ser mais emotivo em determinada situação e em outra ser mais racional. Essa diferença existe entre as pessoas e não entre o homem e a mulher. Existem homens que são mais emotivos, assim como existem mulheres que são mais racionais. É preciso entender essas diferenças de características de personalidades entre as pessoas, independente do gênero.

As crenças disfuncionais podem ser trabalhadas e modificadas, mas primeiro precisam ser percebidas. Por isto é preciso ficar atento aos sinais das mesmas e pensar em forma de modifica-las, transformando-as em crenças funcionais, pensando sempre na melhor qualidade do relacionamento.

» NUNCA MAIS FIQUE SEM ASSUNTO