Sendo peganinguem em Micareta

Hoje temos um artigo de uma leitora. Sim, leitora!

"Olá, galera do QPT.

Gostaria de me apresentar como uma convidada eventual do site. Digo eventual porque, de agora em diante, vocês vez ou outra vão ver algo escrito por mim. Sou uma jovem de 26 anos, hétero e curto sair para a balada, mas também ficar em casa jogando videogame, vendo filmes, etc.

A razão de eu ter vindo parar aqui é que gosto de escrever, principalmente se for para dissertar sobre a peganinguice alheia, através de experiências próprias ou de amigas com peganingas diante da visão de uma mulher.

Já que a minha cidade, no momento, está vivenciando a experiência tosca de um carnaval fora de época, hoje vou dissertar sobre a peganinguice num ambiente que não tem como – ou pelo menos não deveria – existir o referido termo. E não pense que foi porque pegou mil que isso te livra do status de peganingas master, porque pegar gordas, estranhas, feias, etc... não conta, melhor que tivesse pego na bunda da irmã.

O carnaval fora de época é um antro no qual as garotas vão para se divertir, mas não necessariamente como vocês homens, algumas realmente vão para caçar e tirar as teias de aranha da boca; outras vão para se divertir mesmo, tirar o pé do chão... pasmem. Independente da razão, elas sabem, até mesmo as mais feias, que alguém vai querer pegá-las. Aí imaginem a cena, o cara vê a menina e vai passando alisando o cabelo... PELO AMOR DE DEUS, tudo, menos alisar o cabelo! Até uma dedada é algo mais digno do que o ato de ter o cabelo alisado! É nojento, é pedreiragem, parece que depois o cara vai para o banheiro químico e cheirar uns fios de cabelo que ele conseguiu arrancar e fazer sabe-se lá que safadeza!


Outro ato que me deixa profundamente irritada, dois pontos: - Oi, posso te conhecer? - Viro de costas para o indivíduo. Não se contentando, ele continua: - Só o nome! Só quero saber o nome! Viro de costas de novo. Num ato de desespero para resgatar a auto-estima ele diz: Baranga! Respondo: Viadinho! 🙂

Outro típico peganingas de carnaval fora de época é o “afoito”, brota do chão e fica tentando agarrar a menina a força, quem vê de longe pensa que tá tendo uma luta de MMA, porque é o cara querendo pegar de todo jeito e sem querer perder a moral para os amigos e a menina desesperada querendo se livrar do polvo. Geralmente obtenho sucesso nesta manobra com uma boa enfiada de unha nos braços do animal ou cotoveladas, nunca foi necessário recorrer a chute no saco, sou contra a violência.

Ah, tem também o maníaco, aquele que tem uma imagem exagerada ( no bom sentido, é claro ) dele mesmo, tenta pegar a menina e quando vê que não consegue, acha um ABSURDO o fato de ela não querer ficar com ele e acha que só pode ser doce: Ah, para de se fazer de difícil, para de fazer doce e me beija logo, sei que você quer! - Pfffffffff.... pronto, terminou de brochar o que tinha pra brochar na menina! Ai o que eu respondo nesta ocasião: Ok, foi um prazer, tenha uma boa noite. E o cara, com a cara de quem ainda não consegue acreditar no que acabou de acontecer, sai resmungando, abismado como eu pude rejeitar uma grande coisa como ele! Ahhh, vá pro inferno, meu filho!

Não consigo me recordar mais, no momento, porque foram experiências traumáticas, mas a medida que for lembrando vou contando aqui para vocês. Não vou perder a oportunidade de descer o sarrafo em homem tosco de jeito nenhum!

Até a próxima!

Dois beijinhos fraternos 🙂

Sexy Bitch"

[feature_box style="3" only_advanced="There%20are%20no%20title%20options%20for%20the%20choosen%20style" alignment="center"]

Se você quiser evitar que isso aconteça, conheça o Manual do Carnaval! Um curso rápido que te ensina tudo para se dar bem em carnaval e micaretas. CLIQUE AQUI antes que seja tarde!

[/feature_box]

O editorial foi enviado por uma leitora e não necessariamente condiz com o nosso pensamento sobre os temas.

32 comentários em “Sendo peganinguem em Micareta”

  1. É ótimo saber que existem esses caras no mundo, além de deixarem toda para nós, eles ainda nos fazem rir muito. kkkkkkk

  2. “Até uma dedada é algo mais digno do que o ato de ter o cabelo alisado!” Ri alto kkkk

    Excelente texto Sexy Bitch, vc tem muito a acrescentar ao blog. Seja bem vinda!

  3. Não entendi, ela veio aqui desabafar e vazou? Acho que faltou acrescentar algo útil no texto, até porque opinião feminina é interessante. Por que não deu exemplos de situações legais? Coisas boas etc, só falou coisa ruim rsrs

  4. QPT inovando sempre. usuhus
    Como bom baiano adoro micaretas, vou sempre, e é isso msmo, vc resumiu bem a postura dos PN’s nelas.
    Seja bem vinda.

  5. Bem vinda Bitch, voce gosta de escrever e faz isso com mérito. O blog mais uma vez ajudando a diminuir consideravelmente o numero de “homens” como esses que voce descreveu parabens pela iniciativa. Para nós leitores mais uma forma de conhecimento vamos aproveitar ai cambada.

  6. Bitch , tu escreve bem . Eu acho muito bom que exista seres como esses que você descreveu , deixa meu trabalho cada vez mais fácil 😀 É bom uma hetero escrevendo, a opinião feminina sincera e sem rodeios sempre é bem-vinda , parabéns.

Os comentários estão encerrado.

» NUNCA MAIS FIQUE SEM ASSUNTO