Guia completo para livrar-se das crenças limitantes

As crenças limitantes são tudo aquilo que te impedem de desenvolver-se como pessoa. São aqueles pensamentos disfuncionais que você acredita (as crenças), que transformam o que deveriam ser vitórias em derrotas. São os pensamentos que não deixam você atingir seu real potencial, te impedindo até mesmo de tentar realizar certas coisas.

Nesse artigo pretendo expor essas crenças, principalmente as crenças limitantes voltadas para o mundo das paqueras, juntamente com a forma de livrar-se delas. É importante ter em mente que somente você pode perceber essas crenças e sabendo assim como lidar com elas de uma maneira assertiva, atingindo o desenvolvimento pessoal e modificando essas crenças.

1) Perceba todas as suas crenças limitantes

Para livrar-se de suas crenças disfuncionais, o primeiro passo é perceber quais são essas suas crenças. Para isso é importante fazer uma reflexão acerca de tudo aquilo que você pensa e principalmente quais são seus medos no momento da paquera. Tente perceber ainda como você se sente e quais são as suas reações no momento de tentar aproximar-se de uma mulher, ou até mesmo o que fez com que você desistisse de tentar aproximar dela. Esses dados são fundamentais para dar continuidade a esse processo.

Caso seja de seu interesse, faça uma lista de tudo o que você pensa a respeito do tema, sejam coisas negativas ou positivas. Por exemplo, se você está em algum lugar e sente a necessidade de aproximar-se de uma mulher, concentre-se em tudo o que você pensa que pode leva-lo a fazer isso ou não. Depois escreva esses pensamentos.

Os pensamentos automáticos, que são esses que chegam a nossa mente sem precisarmos refletir sobre eles são necessariamente provenientes de alguma crença, seja ela disfuncional ou não. Percebe-las é a melhor forma de lidar com elas.

2) Esqueça a ideia de que todas as mulheres são difíceis

Uma das crenças mais comuns, sendo ela muito limitante, é acreditar que as mulheres são difíceis. Principalmente à mulher que você está interessado. Pensar que ela é difícil é um mecanismo de defesa que faz com que você evite a frustração. Se você for falar com ela e for rejeitado (o que é uma opção), isso irá frustra-lo. Portanto, pensar de imediato que ela é uma mulher difícil faz apenas com que você desista da ideia para não frustrar-se, fazendo com você não arrisque-se. É importante lembrar que você tem a mesma chance de ter uma resposta positiva quanto uma negativa.

Existem lugares onde existe o mito de que as mulheres são mais difíceis, pois poucos homens conseguem conquista-las. Na verdade, apenas essa crença faz com que os homens acreditem que elas são realmente mais difíceis. Quando você aprende que essa é uma crença disfuncional e portanto limitante, faz com que você consiga aproximar-se dessas mulheres como em qualquer outro lugar, percebendo que não existe isso de mulheres mais fáceis ou difíceis. O importante é a sua preparação e a forma como você se aproxima delas.

3) O medo de não agradar

A crença de que a mulher não irá gostar de você ou não irá gostar da sua aproximação limita muito o seu campo de atuação. Alguns homens acreditam que as mulheres sentem-se incomodadas quando eles chegam para paquera-las e desistem antes mesmo de tentar. Algumas mulheres gostam de flertar e de paquerar tanto quanto os homens. Perceber essa crença é motivar-se para conseguir aproximar-se delas.

É claro que você precisa perceber quando realmente não está agradando, mas isso só ocorre após a aproximação. O primeiro passo, que pode ser mais difícil para alguns homens, você já deu.

4) Não tente agradar demasiadamente

Enquanto alguns homens acreditam que as mulheres podem não gostar deles, outros, por outro lado, podem acreditar que devem sempre agradar a mulher e fazer tudo o que elas desejam para conquista-las. Isso também pode ser uma crença limitante. Quem se esforça muito para agradar, fazendo tudo o que elas pedem sem questionar, podem também ser visto de maneira negativa por elas.

Tenha sempre em mente que elas precisam gostar de você do jeito que você é. Você não precisa se modificar ou modificar seus comportamentos para agradá-la. É claro que alguns comportamentos podem ser modificados, mas nada que fuja de quem você realmente é. Não é necessário gostar de tudo que ela gosta ou aceitar tudo o que ela diz. Demonstrar ter personalidade, opiniões formadas e conhecimentos sobre as coisas também é uma forma de paquerar e chamar a atenção delas.

5) Não é somente a beleza que importa (ou o poder monetário)

Alguns homens ainda acreditam que para conquistar as mulheres é preciso ser muito bonito ou pelo menos ter muito dinheiro. Isso é apenas mais uma crença disfuncional. Alguns homens utilizam-se dessas crenças para justificar seus fracassos na paquera (tendo assim uma visão negativa das mulheres), como também podem usar para nem tentar uma aproximação (“Não vou me aproximar por que ela tem cara de que gosta de ricos” seria uma tentativa de justificar-se). Na verdade esses homens estão apenas tendo comportamentos de evitação, embasando-se nas crenças disfuncionais limitantes.

O mais importante no momento da paquera é a forma como você se comunica e como você se comporta diante delas. Não adianta ter dinheiro e não saber o que fazer nesses momentos. Livrar-se das crenças limitantes é uma forma de lidar melhor com as situação. Mas não esqueça de desenvolver suas habilidades sócias, treinando assim a socialização com as mulheres. Cada tentativa de aproximação é uma forma de aprendizado.

6) Só consigo me aproximar delas consumindo bebidas alcoólicas

Essa crença é preocupante. Muitos homens acreditam que depois de beber um pouco é que ficam aptos para poder aproximarem-se das mulheres. É claro que, em certos casos, a bebida ajuda, mas na maioria das vezes a bebida em excesso fará você apenas passar vergonha. Essa crença faz com que os homens necessitem do álcool para poder aproximar-se e manter um contato saudável com as mulheres. Só que nem sempre isso será possível.

Caso esta seja uma prática comum em sua vida (beber para paquerar) ou se você ainda acredita que só consegue paquerar sob o efeito do álcool, está na hora de mudar essa história. Comece a diminuir cada vez mais a quantidade de álcool consumido antes de paquerar e tente manter a mesma qualidade. Tenha em mente que tudo o que você faz alcoolizado você consegue fazer melhor estando sóbrio. Com o tempo você perceberá que conversar com elas será algo natural para você sem a necessidade de álcool.

7) Questione as opiniões dos outros

Isso é muito importante para livrar-se das crenças limitantes. Nesse caso não estou falando para discutir com os outros sobre as opiniões deles tampouco demonstrar que eles estão errados. É preciso questionar apenas para você mesmo, os outros não precisam saber que você não acredita no que eles dizem. Assim você estará mais aberto para as experiências.

Por exemplo, quando alguém te diz que aquela é uma mulher difícil, ou que ela só fica com caras específicos, isso pode fazer com que você adquira uma crença limitante (essa é a crença limitante dele, que você pode acreditar). Questionar essa crença é permitir-se explorar as possibilidades, levando em consideração essa mulher, que para seu parceiro é uma mulher “difícil”.

Somente ao questionar essa crença e tentar algo com essa mulher já te destaca dos demais, pois muitos deixam de tentar conquista-la simplesmente por ela ter a fama de ser “difícil”.

8) Acreditar na sua capacidade

A autoconfiança é fundamente no momento da paquera. É preciso livrar-se também das crenças disfuncionais a seu respeito. Existem homens que acreditam que não são capazes de conquistar uma mulher bonita, ou que não tem experiência suficiente para paquerar alguma mulher, e assim não se permite adquirir experiências.

Acreditar nas suas capacidades também significa deixar de lado as suas crenças limitantes. O mais importante de tudo é nunca dar fundamentos para essas crenças. Por exemplo, se você acredita que não consegue conquistar uma mulher e recebe um não, utilize isso como motivação para uma nova tentativa e não para justificar essa crença (“eu realmente não sei conquistar mulheres” seria um pensamento). Esse pode ser o erro mais comum dos homens.

9) Aprenda a lidar com as frustrações

O medo do não é o que geralmente faz com que os homens desistam da aproximação. Esse medo é a falta de habilidade em lidar com as frustrações. Tudo o que você tenta realizar na sua vida tem chances de dar certo e chances de dar errado, o mesmo ocorre no momento da paquera. Receber um “não”, não significa ter fracassado. Significa que você deve partir para outra. Aprender a lidar com o não é conseguir buscar mais chances de encontrar o sim no momento da paquera.

Com o tempo você começa a perceber quais são as maiores possibilidades de conseguir um sim do que um não, desenvolvendo suas habilidades de socialização e principalmente adquirindo sempre novas experiências. Na paquera, o não é tão importante quanto o sim.

10) Modificando as suas crenças limitantes

Agora que você já listou as suas crenças disfuncionais e já aprendeu um pouco sobre as crenças mais comuns, está na hora de modificar as suas próprias crenças para poder desenvolver-se e principalmente adquirir mais experiências. Isso pode ser feito tanto na paquera quanto em qualquer aspecto de sua vida. Perceber as crenças é o primeiro passo para modifica-las. É preciso perceber se essas suas crenças limitantes possuem fundamentos ou fazem parte apenas de seus medos e fantasias. Para isso é preciso experimentar e permitir-se.

As experiências modificam suas crenças e ampliam suas capacidades de percepção e consciência. Para que isso ocorra é preciso questionar a veracidade das crenças, tanto as suas como as crenças que os outros te falam. Somente assim você alcançara o desenvolvimento pessoal, adquirindo a capacidade de obter novas e diversas experiências em sua vida.

» NUNCA MAIS FIQUE SEM ASSUNTO