Como saber o que ela gosta no momento do sexo

Em alguns relacionamentos, principalmente no início, quando já está ocorrendo a interação sexual, pode ser difícil perceber o que ela mais gosta de fazer na hora da relação sexual. Algumas vezes pode parecer que ela gosta de tudo, em outras, pode parecer que ela não está gostando de nada do que estamos fazendo. Isso depende da quantidade de experiências sexuais que ela têm e também do nível de autoconhecimento desenvolvido por ela.

Descobrir o que ela gosta do momento do sexo, seja no início de uma relação ou em uma relação já existente, sempre irá trazer benefícios. É importante ter em mente que os gostos vão mudando ao longo do tempo e precisamos sempre nos reciclar e principalmente aprimorar nossas habilidades. Refletindo sobre os gostos femininos no momento do sexo, elaborei algumas dicas para ficar mais fácil de descobrir o que ela mais gosta no momento da relação sexual.

1) Perceba as reações dela

Perceber as reações da parceira no momento do sexo é muito importante para saber como está sendo seu desempenho e principalmente para saber se ela esta ficando satisfeita ou não. As reações corporais nesse momento são mais importantes do que as outras manifestações, tendo em vista que o corpo não mente.

Quando você estiver fazendo algo que ela está gostando, o corpo irá se manifestar de uma forma positiva, da mesma forma que se você estiver fazendo algo que não está agradando, o corpo pode manifestar-se de uma maneira negativa ou pode até mesmo não se manifestar. Lembre sempre de repetir o que parecer estar agradando para que com o tempo você possa aprimorar isso.

2) Não tenha medo de errar

O medo de errar geralmente faz com que fiquemos preso à mesmice, ele evita que busquemos novas formas de realizar as mesmas tarefas e principalmente faz com que deixemos de ter novas experiências. Para descobrir o que ela gosta no momento do sexo é preciso de ousadia e buscar por novas posições e maneiras para que seja possível agradar adequadamente.

Evite fazer tudo sempre da mesma maneira e busque por novas possibilidades. Isso irá agradar tanto a ela quanto a você. Dificilmente você irá errar ao tentar coisas novas.

3) Comente sobre suas posições preferidas

Conversar sobre sexo com a parceira é sempre uma boa ideia. Além de quebrar esse tabu, dá mais liberdade para vocês conversarem sobre esses temas, que são interessantes para ambos. Ao conversar sobre as suas posições preferidas no sexo e principalmente conversar sobre o que você gosta de fazer, isso pode dar liberdade para ela fazer o mesmo, ou seja, ela pode sentir-se confiante para conversar sobre o que ela realmente gosta de fazer no sexo. É interessante estar aberto para as possibilidades e jamais pensar no que ela diz como algo negativo, leve isso como uma forma de melhorar a sua performance.

Tenha em mente que pode ser perigoso conversar sobre isso, pois ela pode achar que você está falando sobre experiências passadas (ou até mesmo de pessoas específicas). Tente deixar claro que você está falando sobre fazer sexo com ela, e jamais fale sobre outras experiências sexuais (a não ser que ela dê liberdade para isso e não veja problema algum). Mas para garantir, evite fazer isso.

4) Explore

O sexo é o momento de explorar, tanto seu corpo quanto o corpo dela, assim como, também é o momento de quebrar algumas regras sociais e ir em busca do prazer. Esse é o momento de encontrar uma maneira que possa satisfazer tanto você quanto ela, e isso somente explorando e criando intimidade é que vocês poderão alcançar um relacionamento sexual para ambos.

Tente modificar-se e reciclar-se sempre. Quando pensamos em satisfação pessoal e principalmente a satisfação dela, as vezes é preciso procurar maneiras pelas quais não havíamos pensado ou feito. Para essa exploração é interessante também ficar atento aos sinais que o corpo dela lhe dá, para você saber até onde pode ir.

5) Na dúvida, perguntes

Nada melhor para resolver uma questão do que perguntando sobre ela. Em alguns momentos é interessante realmente perguntar o que ela gosta e como ela gostar e tentar fazer como ela está pedindo. Não tenha medo de pedir por instruções, deixe ela te guiar para que seja possível atingir o prazer. Depende do quanto ela conhece o próprio corpo, isso pode ser muito bom para vocês dois.

O sexo não é um momento para ficar acanhado, e isso inclui saber como perguntar e pedir “ajuda” para ela no que devemos ou não fazer. Isso significa respeitá-la e principalmente demonstra que você está preocupado em satisfazer também as necessidades dela, além das suas, e isso, para elas, é visto como algo completamente positivo.

Como agir frente ao distanciamento da parceira na relação

O distanciamento na relação pode ocorrer tanto por parte do homem quanto por parte da mulher. Em ambos os casos, existem motivos específicos para que eles ocorram e também existem maneiras especificas de lidar com cada situação. Focando no distanciamento feminino, elaborei algumas dicas do que fazer quando você perceber que ela está distante na relação.

1) Procure entender os motivos

A primeira coisa a se fazer é tentar entender os motivos de ela estar distante na relação, assim ficará mais fácil de você saber como agir e o que fazer para reverter realmente a situação. Apenas quando entendemos os reais motivos para os comportamentos alheios é que conseguimos delimitar planos para agir.

Perceber que ela está distante é o primeiro passo para descobrir os motivos, é interessante também passar a refletir sobre quando isso começou e quanto tempo está ocorrendo (talvez já esteja acontecendo há um tempo e você nem percebeu). Esses dados irão fazer com que você consiga refletir melhor sobre como estava o relacionamento na época que o distanciamento iniciou-se, para saber onde tudo começou a dar errado.

2) Leve a situação a sério

O distanciamento da sua parceira no relacionamento é algo que pode trazer algumas consequências negativas, em alguns casos, esse distanciamento pode fazer com que a relação chegue ao fim. Por isso, é preciso dar grande importância a esse fato e não pensar nele apenas como algo passageiro, ou algo que irá se resolver com o tempo.

Dependendo do motivo do distanciamento, se este não tiver relação com o relacionamento de vocês, pode até ser que a situação vai se resolver com o tempo, mas se for por causa do relacionamento ou por consequência de algumas atitudes sua, isso precisará ser conversado e refletido entre os integrantes para que seja possível chagar a uma conclusão satisfatória.

3) Converse sobre isso

Ao perceber esse distanciamento, é interessante que você converse sobre ele. Mas precisa ser uma conversa adequada e sincera. Não traga esse distanciamento, pelo menos no início, como um problema na ralação. Converse sobre ele como algo que você está percebendo que vem acontecendo com ela, que você percebeu, e que você não sabe o que fazer a respeito, não sabendo nem o motivo de isso ocorrer (mesmo que você saiba o motivo ou desconfie, diga que você não sabe).

Conversar com ela dessa maneira, irá demonstrar que você percebeu as mudanças dela e também demonstra que você se importa com ela e com a relação, além de deixar claro que você deseja resolver essa situação e principalmente entende-la.

Antes de iniciar a conversa é interessante saber quais os seus objetivos em conversar sobre isso, sabendo onde você deseja chegar. Seja pra entender o que aconteceu ou demonstrar para ela que você está preocupado. Isso evita que você acabe brigando com ela e parecendo insensível. Tenha em mente que você não está buscando explicações e que talvez isso não se resolva de uma hora para outra. Mas conversar já é uma forma de começar a resolver o problema.

4) Acolha os sentimentos dela

Independente de como seja a conversa entre vocês e do que ela te diga, afinal, ela pode dizer que está chateada com você, ou que está insatisfeita com a relação, é importante que você não tente ficar se justificando. O que você precisa fazer é entender e acolher o sentimento dela, para que ela sinta-se cada vez mais segura em contar o que ela esta sentindo referente ao relacionamento e principalmente conte porque realmente está se distanciando assim.

Acolher os sentimentos significa não julgar e não tentar demonstrar que ela está errada. Você pode dizer que concorda com o que ela está dizendo e, caso não concordar, você pode dizer que entende porque ela está sentindo-se assim (entender é diferente de concordar). O essencial é que você a escute abertamente e livre-se dos julgamentos, pelo menos nesse momento.

5) Evite tratar a situação como um grande problema na relação

Por mais que a situação exija certa seriedade por parte de ambos os integrantes, é importante que você não trate essa situação como um grande problema na relação, ou deixe subintendido que ela agindo assim está fazendo com que você fique triste, ou que esse comportamento dela faz com que a relação fique ruim e assim por diante. Fazer isso significa tentar responsabilizar ela de outros problemas existente na relação, que podem ser diferente deste afastamento.

É preciso evitar a mistura dos conflitos conjugais, para que assim, cada um possa ser resolvido no seu devido tempo.

Independente dos motivos desse distanciamento, é importante que você saiba como lidar com ele. Ser atencioso e paciente com a situação, mostrando-se preocupado em resolve-la já é uma boa maneira de tentar lidar com esse problema, que devera ser discutido entre vocês para que cheguem a uma solução final. Tenha em mente que em alguns casos será preciso pensar e repensar sobre o relacionamento e sobre a continuidade ou não do mesmo.